9.3.14

perdi-te.




Preciso de escrever mas temo já não o saber fazer. A verdade é que já não sei como desabafar, nem a quem o fazer. Acho que lentamente afastei toda a gente, mesmo sem ser propositadamente. E tu nem imaginas o quanto preciso de ti e o quanto tenho saudades. Saudades de ter com quem contar. Saudades de ter alguém a quem ligar para me acalmar as lágrimas. Saudades daquela única pessoa que compreendia todos os meus sentimentos. Sem ti sinto-me tão perdida. Se pudesse dizer-te tudo isto sem ser engolida pelo orgulho… Mas mesmo que pudesse superar isso, não saberia como superar a enorme distância que se pôs entre nós. Já não sei quem és. Já não sei os teus segredos. Já não sei com quem falas, nem faço mais parte da tua vida. Não sei porque choras, nem a que se devem os teus sorrisos. Mas se calhar é melhor assim, pois sei bem a quantidade de vezes que te magoei com atitudes pequenas. Como melhor amiga devia aparar as tuas quedas, invés de te fazer tropeçar. Sabes, não entendo como chegámos a este ponto. Não percebo como mesmo estando tão magoada sigo em frente sem olhar para trás. Preciso dos teus problemas, porque não aguento mais pensar nos meus. Preciso que ouças tudo o que corre mal porque não encontro mais soluções. E sei lá, preciso que o tempo recue de modo a salvar a nossa amizade. Só que não consigo perceber em que ponto tudo desmoronou. Eu sei que pensavas que não me importava contigo. Sei que pensavas que não eras a minha melhor amiga. Sei que és delicada e frágil. Sei que erro demasiado e não te dei a atenção devida. Sei que devia pedir desculpa por tudo e abraçar-te com toda a força do mundo. Mas sei também que tentei reaproximar-nos. E o problema é que também sou delicada e frágil, e sinto-me cansada de tentar lutar por coisas que não dão resultado. Toda a minha vida participei nessa luta. E agora só te quero a ti, mas não quero lutar. E é por isso que vais continuar a pensar que sou indiferente a tudo isto, enquanto só quero voltar a ser para ti tudo o que era antes. Apenas volta C.

~ 5 ♥: ~

Sarafaela says:
at: 21/03/14, 13:36 disse...

o texto está lindo, e tal como antes estarei aqui para o que precisares : )

Catarina F ;) says:
at: 22/03/14, 16:52 disse...

Então princess o que se anda a passar contigo? xs
Eu já há muito tempo que não tenho novidades tuas :(

Mariana says:
at: 28/03/14, 22:06 disse...

Decidi mudar o link do meu antigo blog Perfect Girls Aren't Real, se me quiseres continuar a seguir basta deixares de seguir e seguir novamente ou simplesmente adicionar o novo blogue à lista de blogues.
www.takeiteasymary.blogspot.com
Beijinhos!
(por favor, não aceites este comentário)

Sara says:
at: 31/05/14, 23:20 disse...

Obrigada, querida (:

APENAS PALAVRAS says:
at: 09/08/14, 16:44 disse...

Vim de bem distante para aqui permanecer a me deslumbrar de tuas palavras as quais através da sua força e da sua fragilidade de mulher nos expressa coisas peculiar no que nos faz refletir e a ver quão importante somos quando damos parte de nós....Deixo-te um bj demorado nas entrelinhas do seu coração e te aguardo no meu espaço....

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE