14.6.14

Retroceder.



Gostava que não tivessem havido mudanças. Gostava da alegria inicial que sentia por saber que és meu. Gostava quando só o simples facto de estar contigo era razão para te sentires feliz. Adorava sentir o nervosismo e as borboletas. Mas infelizmente, o tempo levou tudo isso. E às vezes só dou por mim a querer voltar atrás e a mudar uma data de momentos que levaram a isto. Só queria reviver cada sorriso. Cada felicidade. Só queria aquele rapaz que ficava até madrugada em festas só para ficar comigo, mesmo perdendo quase todas as possibilidades de voltar para casa. Aquele rapaz que aparecia nos mesmos sítios que eu. Aquele rapaz que tantas vezes me fez visitas inesperadas. Aquele que “corria” até mim quando eu estava mal. Aquele que tu eras. Os apaixonados que nós éramos. E, realmente, não é justo o tempo apagar isso. Não é justo ultrapassar tantas barreiras que, no entanto, nos destroem lentamente. Somos como alguém que tropeçou demasiadas vezes e que, por isso, é-lhe difícil andar. Se pudesse, esquecia tudo aquilo que não foi bom. Se pudesse, hoje ia estar contigo pela primeira vez. Ias tentar beijar-me e eu ia esconder a boca. Ias levar-me de mão dada para a festa, onde eu deixaria me dares o nosso primeiro beijo. Iria sentir-me radiante ao olhar para as nossas sombras, tão juntas e íntimas. Ias ser de novo o rapaz que eu julgava inalcançável. Bom de mais para mim. Lindo de mais para mim. Iria adorar novamente todos os teus sorrisos e sentir-me enfeitiçada pelo teu olhar. Iria rir-me de tudo o que dissesses, não por ter piada mas porque ia estar com medo de não te agradar. Ia passar horas em frente ao espelho a arranjar-me para ti. Ia ter dificuldade em adormecer após estar contigo, porque não conseguiria parar de relembrar todos os pormenores. E eu, seria novamente eu quando apaixonada. Seria simples, descomplicada. Iria apenas aproveitar tudo. Iria apenas sentir-me louca por ti e por tudo aquilo que estaríamos a viver. Iria contentar-me com cada dia passado contigo e um novo dia seria uma meta à qual quereria chegar. Não que agora não queira mais dias contigo. Só que um novo dia já não significa novos bons momentos. Muitas vezes significa novas desavenças e discussões. Corações partidos. Muitas vezes és um novo rapaz e não aquele por quem me apaixonei. Muitas vezes não me consigo encaixar nos teus horários super lotados. E eu não sei lidar com isso. Não sei lidar com esta vontade de querer fugir contigo, de querer tempo só nosso. Devias estar aqui. Os teus dedos deviam estar entrelaçados nos meus. Mas as minhas mãos estão vazias.

~ 7 ♥: ~

Inês Santos says:
at: 14/06/14, 21:30 disse...

Serão com certeza :) Ele tem muito talento, merece todo o reconhecimento!

Sarafaela says:
at: 14/06/14, 21:55 disse...

Sim, há amizades que são complicadas e de que não dependemos só nos, ou melhor não podemos ser só nos a lutar pela amizade...
Adoreeei o texto, já sabes que podes falar comigo sempre que precisares

Sarafaela says:
at: 15/06/14, 21:34 disse...

princesa eu percebo, antes era eu que estava nesse lugar, mas simplesmente fartei-me de andar atrás das pessoas, se elas estivessem mesmo interessadas em que continuasse na vida dela teriam de ser elas a lutar, e simplesmente deixei de iniciar conversas, e esse tipo de coisas, talvez devesses mudar também nesse aspecto, as pessoas estão habituadas a que andes atras delas e não dão valor, mas quando não o fizeres darão : )
Então querida, que se passa na tua relação? :$

Núria says:
at: 16/06/14, 21:16 disse...

Adorei. Identifiquei-me de tal maneira com as palavras que escreves-te que decidi deixar aqui 1 ♥

Núria says:
at: 16/06/14, 21:17 disse...

adorei. identifiquei-me de tal maneira com as tuas palavras que decidi deixar aqui 1 ♥

Cláudia M. says:
at: 18/06/14, 21:23 disse...

Que texto bonito, cheio de sentimento.
Força.

Ana. says:
at: 04/07/14, 16:46 disse...

Continuas a escrver tão bem princesa

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE