8.11.14

Vem. Vem apagar a dor.



Eu lembro-me de já não ser feliz contigo. Lembro-me de muitas vezes ter sentido que acabar seria o mais fácil. Mas nunca fui de desistir, sabes? E se sei que não era feliz, então porque continuo eu a querer-te loucamente? Porque continua o meu coração a querer ouvir a tua voz? Porque continuo a sonhar encontrar-te à minha porta? É que não vai acontecer, são apenas esperanças parvas. Mas, por outro lado, é tão estranho já não te ter comigo. É que por momentos pensei que não fosse acabar. Pensei que aquilo que sentias por mim era amor verdadeiro e que, como tal, todas as más fases iriam passar e nós iríamos ficar bem. Mas oh, como me enganei a mim mesma. Como fui capaz de fechar os olhos àquilo que estava mesmo perante mim? Talvez, no fundo, eu já soubesse que não me amavas. Estava sempre a queixar-me daquilo que já não fazias por mim ou da forma pouca carinhosa como me tratavas. Como pude não ver que simplesmente já não era nada para ti? Sabes, sinto que andei de olhos vendados. Que andei presa a uma mentira. E não percebo como foste capaz de me enganar de tal maneira. Magoa mesmo recordar-me que fiz amor contigo na noite em que acabaste. E não percebo, não percebo como é que me fizeste isso. Não percebo como podes ter dito amar-me e acabar dizendo que não amas. E sei lá. Durante um ano e três meses tu foste o centro de tudo. Foste a primeira pessoa a quem contava tudo. A pessoa com quem ria, com quem ia a todo o lado, a pessoa com quem festejava e chorava. A pessoa com quem passei os meus últimos dois aniversários. A pessoa com quem ia às festas. A pessoa por quem respirava. E de um dia para o outro tenho de aprender a passar sem o teu olá. Tenho de aprender a não te contar como foi o meu dia, mesmo quando o meu primeiro pensamento é “tenho de contar isto ao Nel”. Tenho de aprender a guardar os meus sentimentos para mim mesma porque tu não sentes o mesmo. Tenho de lidar com o facto de já não seres meu. Tenho de suportar o frio sozinha porque nunca mais irei dormir junto a ti. Tenho de te esquecer, mesmo não sabendo como. E tenho medo de esquecer os teus amigos. A tua família. E ao perder-te, sinto-me a perdê-los também. Sinto saudades deles também. Questiono-me a mim mesma se eles perguntam por mim. E que dizes tu? Que não me amas mais? Que partiste o meu coração? É que bolas, não é justo que o tenhas feito. Não é justo que eu tenha todo este carinho por ti aqui acumulado. E quero tanto contar-te tudo. Contar-te como tem sido sem ti. E, mais uma vez, é tão estranho não o poder fazer quando era a ti que contava tudo. Talvez me esteja a aperceber demasiado tarde que não te deveria ter também tornado no meu melhor amigo. Talvez não devesse ter dependido tanto de ti. Talvez não devesse querer tanto dar-te as mãos agora. Só te peço para vires. Para seres meu só mais um dia. Só mais uma vez. Só quero que toda a saudade me abandone para poder sentir-me livre durante, pelo menos, um segundo. Só quero que um beijo teu apague toda a dor. E, sinceramente, não me deveria sentir assim. 

~ 8 ♥: ~

Sereiα says:
at: 09/11/14, 20:44 disse...

mas nem sp é facil linda!!!!

Carina Sofia says:
at: 16/11/14, 22:37 disse...

r: infelizmente sei o que sentes, pois é horrível, mas esta no momento de seguires em frente. É muito complicado seguir em frente, mas neste momento, por mais que te custe de verdade, estares dessa forma presa a uma pessoa q não sente o mm por ti, só te vais sentir pior, humilhada e magoada ainda mais e vai chegar a um ponto que lhe vais acusar de muita coisa, principalmente do teu sofrimento, entendes? Ok, ele pode ser culpado, mas por um lado, foi sincero contigo e teve respeito!!! E amizade depois de um namoro? Não dá, definitivamente não dá.Só passado mesmo algum tempo!

Sarafaela says:
at: 16/11/14, 22:54 disse...

pois quanto a essa pergunta também não te sei o que responder porque eu própria ainda ando há procura dessa mesma pergunta

Nea* says:
at: 17/11/14, 20:35 disse...

Continuo aqui, sempre que precisares*

B* says:
at: 18/11/14, 19:29 disse...

nós somos assim, tentamos sempre convencermo-nos de que está tudo bem quando na realidade não está. quando queremos muito uma coisa fazemos tudo para nos parecer que é tudo invenção nossa, e isso leva-nos a, de certa forma, usar uma venda para a realidade. por muito que custe, o mais importante é tu seres feliz! e uma relação onde só um se esforça não dura muito, por muito que tentemos fazer um esforço pelos dois. eu tenho consciência que a tua felicidade era ele, e que tudo isto é difícil sem ele. mas esforça-te para te ergueres, não deixes que tudo te deite a baixo e tenta seguir em frente por muito que custe*

Carina Sofia says:
at: 19/11/14, 17:58 disse...

r: não te podes continuar a enganar a ti própria, sabes perfeitamente que isso não é saudável para ti, mas tu tens essa noção porque acabaste de me dizer que tens esperança, mas essa esperança já devia ter acabado, por muito que te custe. Neste momento, só tu amas, e para dar tudo certo, é preciso que dois amem. Eu compreendo-te, a sério que sim, mas só te estas a magoar ainda mais, mais e mais. E a dor vai ser ainda maior e para seguires em frente será ainda mais complicado. Claro que é difícil deixar a pessoa que se ama para trás mas, as vezes, é a melhor solução para sermos felizes mais tarde. E digo-te isto porque passo por o mesmo há meio ano e não gostava de saber q estas a passar o mesmo que eu. Sê forte, pensa em ti, não penses em vocês os dois, tu estas em primeiro lugar, SEMPRE! tu és a fase da tua felicidade, só podes ser feliz se conseguires ser feliz sozinha primeiro! pensa nisso. Força! *

Sarafaela says:
at: 24/11/14, 15:07 disse...

porque já não sei o que é que pertence a quê, resumindo acho que virei burra mesmo :p

Carina Sofia says:
at: 25/11/14, 16:37 disse...

r: Honestamente? Não entendo o porquê de ele ter sido assim contigo nessa tal festa se até hoje não te disse mais. ele sabe que gostas realmente dele e enquanto tiver oportunidade de se "aproveitar" é exatamente isso que vai acontecer. Ou tu és forte e acabas com esse sentimento de uma vez por todas ou deixas que ele apareça na tua vida as vezes que ele quiser, brincar e deitar fora. E desculpa se estou a ser sincera, mas depois de tudo que já me contaste, acho que ele esta a fazer exatamente isso. Se não ama, que te deixei em paz e seguir com a tua vida!

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE