19.12.14

Sou feliz quando me beijas?


Sinto uma melancolia enorme a preencher cada parte do meu corpo. E não exagero quando o digo. Essa sensação preenche-me realmente dos pés à cabeça e é, sem dúvida, desconcertante. Os meus pés frios querem ser aquecidos contra as tuas pernas, como tantas vezes fiz nas noites frias de Inverno. Como fiz, aliás, o fim de semana passado. As minhas pernas nada querem que não seja estar enroladas nas tuas, posicionando-me o mais perto possível de ti. A minha barriga deseja o toque ardente da tua mão, que faz despertar nela as piores e as melhores sensações. Que a fazem perder-se num enorme nervosismo ou libertar-se nas mais maravilhosas borboletas. Os meus braços anseiam por te rodear. Querem proteger-te e aninhar-te. Querem poder segurar-te com força enquanto todos estes sentimentos confusos nos atravessam. Enquanto toda esta fase incompreensível torna impossível pôr um fim a isto. Mas como lhe pôr um fim, se quero tanto isto? Portanto, deixo os meus braços falarem por mim. Deixo que a força deles à tua volta te demonstre a força do meu amor. A força que eu teria para lutar por ti. As minhas mãos não conseguem descansar enquanto não estiverem pousadas sobre o teu rosto. Elas querem sentir-te. Querem tocar-te, percorrer todas as linhas da tua cara e guardar esses traços no meu interior. Querem avançar devagar, ao longo do teu corpo. Elas gostavam de poder tocar no teu coração, gostavam de poder tirar-te esse medo que tens de nós. Mas, infelizmente, elas não são capazes disso e sinto que eu também não. Eu própria tenho tanto medo. Os meus lábios sentem-se dormentes quando longe dos teus. Pior, quanto mais provo os teus beijos, mais fome tenho deles. Sinto que sou insaciável no que toca a ti. E na nossa situação, sei que não o deveria ser. Os meus olhos choram pela tua imagem. Choram por não te verem. Eles querem confirmar o quão és belo. O quão foste real. Os meus ouvidos são surdos, a não ser para a melodia da tua voz. Eles esperam que ela me aqueça a alma e o coração. Esperam que essa tua voz me roube novos milhares de sorrisos. E finalmente, o meu coração é o que falta. E ele é um coração mudo. Isto porque nunca te poderei dizer o que sinto, embora o tente transmitir em todos os meus gestos. Mas não faz mal. Somos amigos não amigos. Somos amigos durante a semana e um pouco mais que isso aos domingos. E sabes o que me irrita? É esta espera aterrorizante por esse dia. É o sentimento de que nunca mais chega. É querer-te tanto e nada poder fazer quanto a isso porque estou nas tuas mãos. Para o bem, ou para o mal. E certamente será para o mal, eu sei, e não consigo evitar o que está a acontecer. Vejo-me a caminhar para um abismo e nada posso fazer, que não seja apreciar o passeio. Tu vais destroçar-me e eu não tenho coragem para não o permitir. E porquê? Porque estes domingos têm sabido demasiado bem. Estes bocadinhos de ti têm-me saciado as saudades, ou talvez não, talvez me deixem ainda mais louca por ti. Seja como for, estou a apaixonar-me de novo por ti. Não és aquele que eu conheci, mas és alguém que estou a gostar de conhecer. Tenho a certeza que essa vai ser a minha perdição. Tenho a certeza que estou a cometer um erro enorme. Mas se sou feliz quando me beijas? Sou tanto. E juro que não sei como abandonar isso.

~ 9 ♥: ~

Carina Sofia says:
at: 19/12/14, 16:52 disse...

r: a ler a tua resposta, vi exatamente a minha situação. Neste momento, já sabes o que tenho passado e já sabes o quanto é difícil de aguentar o quer que seja nesta situação mais estúpida e mais errada! Cada vez sinto-me mais fraca para aguentar esta situação com ele, porque não é nada garantido, apenas uns momentos me que nos ''comemos'' e nada mais. E eu não quero isso para mim e esta a fazer com que fique cada vez mais fraca. Estou cansada, não tens mesmo noção!

Ariana ♥ says:
at: 19/12/14, 19:35 disse...

Situação complicada. Força (:

Sarafaela says:
at: 20/12/14, 00:02 disse...

provavelmente é : )

Carina Sofia says:
at: 20/12/14, 00:47 disse...

r: eu ando nisto há sete meses, imagino só como me sinto! Estou cansada, porque já perdi a esperança de nós e sei que sem esperança nada feito, porque é uma das coisas importantes. E o mais importante, é a confiança e isso não existe de ambas as partes. Apesar de me fazer forte em todas as situações que possam acontecer, no fundo, sinto saudades dele, sinto saudades do carinho dele, das sms's queridas dele, de tudo o que ele me dava e agora não dá! É injusto, não aguento vê-lo apenas como "amigo colorido", não estou habituada a vê-lo assim e nunca me vou habituar!!!
Ou mas contigo as coisas estão bem melhores, acredita fofinha! mas espera, acredito que ele te vai dizer alguma coisa! :)

Sereiα says:
at: 22/12/14, 20:41 disse...

para ser sincera tb não me lembro ao certo sobre o q era mas não importa. este teu texto está tão same! diz tudo oq estou a sentir nst momento. escreves de uma forma incrivel e fazes com que nós leitores vivemos o momento tal e qual tu. continua assim linda.

Sarafaela says:
at: 26/12/14, 23:44 disse...

Estou bem obrigada querida :)

Sara Martins says:
at: 27/12/14, 18:39 disse...

tenho de pensar nisso, já pensei em comprar um caderno e tudo.. ando muito em baixo com a vida :/
arrepende-te apenas do que não fizeste :D

Nea* says:
at: 31/12/14, 19:22 disse...

Aproveita o momento!*

Anα says:
at: 12/01/15, 16:10 disse...

sinto q em parte estamos a passar pelo msm e não ha pior sensação q isto.

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE