9.2.15

Adeus nel.



Não sei bem como começar a fazer isto, embora saiba que é o que deve ser feito. Eu tenho de parar de mandar mensagens, de andar atrás de ti e de lutar por ti. Tenho de parar de te amar, mesmo que isso me vá custar imenso. E embora não acredite que não me amas, tenho de aceitar o facto de estares a desistir de nós. Óbvio que não vou mandar nada à tua cara e muito menos dizer mal de ti porque, apesar de tudo, o que tivemos foi óptimo. E acredito que vá ser muito complicado encontrar alguém como tu e talvez impossível encontrar alguém que te supere. Mas, mesmo assim, tenho de te deixar ir. Porque a verdade é que tu já desististe imensas vezes e mesmo assim eu lutei sempre por nós. Mesmo contra todas as coisas que disseste, mesmo contra o facto de me amares menos, eu não desisti. Só que já não posso insistir mais, nem posso continuar a remar contra a maré. Não posso continuar a perseguir algo que já nem eu acredito que tenha futuro. Nem posso convencer-te a ficar, sabendo que só iria servir para partires de novo e para me magoar mais uma vez. Enfim… Quero dizer-te que não me arrependo de nada, talvez só de ter sido a principal culpada pelo nosso fim. E quero dizer-te que tenho imensa pena de não te ver a ir para o teu estágio, de não passar contigo o dia dos namorados, de não poder estar lá para ti no teu dia de anos, de não poder passear contigo quando tirares a carta e, principalmente, tenho pena de perder a tua irmã e os teus amigos.
E com isto, quero que saibas que vou realmente tentar não esperar por ti e vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance para seguir em frente. Sei que já ultrapassei coisas mais difíceis mas nada nunca tão especial. Seja como for, não irei estar à tua espera mas sabes que também não te vou esquecer do nada. Sabes que se precisares de mim que estarei aqui ou que se te arrependeres também poderei ainda aqui estar. Mas não te preocupes, não tenho esperanças que tal aconteça.
Não te odeio, nem te culpo. Quero que tenhas tudo aquilo que sempre desejaste e que encontres alguém que acerte em tudo aquilo que falhei.
Por fim, só me falta pedir desculpa pelas vezes em que te magoei e pelas vezes em que mostrei pouca fé em ti porque, na verdade, não poderia estar mais orgulhosa das tuas decisões e daquilo que tu és.
Esta é portanto a minha despedida e a minha desistência. E desculpa não o ter feito da primeira vez que acabaste mas acreditava tanto em nós. Prometo tentar não mandar mais nada e fazer os possíveis para sair da tua vida. Creio que não vale a pena responderes a isto porque, de qualquer maneira, já sei tudo o que precisava saber e já não há mais nada a dizer entre nós.
Espero que estejas bem. Boa noite e adeus.

~ 2 ♥: ~

Carina Sofia says:
at: 09/02/15, 19:22 disse...

Não sintas 'pena' por mim porque eu não a tenho. Tudo acabou da pior forma, e espero um dia ter uma conversa pessoalmente com ele para pelo menos, se passarmos um para o outro não nos ignorar. Acho que tivemos tempo o suficiente para evitamos isso.. Eu não sinto nada, simplesmente estou a seguir a minha vida e ele também.. É melhor assim do que continuar a bater no ceguinho quando nós próprios sabemos que não vai dar em nada, acaba sempre da mesma forma!
Em relação a ti, se continuares a pensar dessa forma, não te vai levar a lado nenhum. Passei assim durante 9 meses, em que não consegui, em que não imaginava etc, mas tudo acontece na tua vida por alguma coisa.. Não digo que seja fácil, afinal o que é fácil na vida? Mas tens que te esforçar.. O primeiro amor é complicado, mas retira o melhor que tiveram e segue em frente.. Sei que é fácil falar, mas tens que te esforçar verdadeiramente..

Nea* says:
at: 10/02/15, 13:03 disse...

Espero que sejas feliz agora*

r: Com o teu comentário só confirmas-te aquilo que disseste e aquilo que eu te disse, devias procurar ajuda. E não digo ao psicólogo da escola... Porque não vais à tua médica de família e vês o que ela te aconselha?

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE