12.2.15

Dia em que paraste de me amar.


Sinto-me tão estúpida, permitindo que continues com o meu coração enquanto há muito perdi o teu. Tão fraca sentindo estas saudades que me sufocam. Tão desesperada, querendo ao máximo arrancar todos estes sentimentos por ti do meu interior. Tão iludida, se me lembrar que estive estes três meses tão feliz e era só uma mentira. E sinceramente? Não sei porque me deixei enganar assim. Porque é que quis acreditar que me amavas? Tu disseste que querias voltar. Disseste aos teus amigos que estávamos bem e disseste-o a mim. E eu acreditei. Bolas! Eu realmente acreditei nas tuas palavras. Acreditei realmente quando dizias que sentias a minha falta ou insistias para estar contigo. Sonhava connosco quando estava protegida nos teus abraços e achava que não existia nada que não pudéssemos ultrapassar. Achava a nossa história de amor a mais linda de sempre e gabava-me por te ter. Ai, como fui ingénua e como me magoei a mim mesma com estas falsas esperanças. Pior? Foste tu que as puseste dentro de mim. Deixaste lá as tuas sementes que com as tuas palavras doces e os teus beijos foram crescendo e crescendo, tornando-se impossível para mim para-las. Dói imenso saber que apreciei cada segundo contigo nestes três meses. Dói imenso ter estado à espera de recomeçar e o que recebi foi um fim. E todas as nossas memórias magoam-me da mesma maneira. Causa-me dor relembrar-nos naquela festa de anos em que estivemos o tempo todo a “dançar” juntos, com os nossos enormes mal jeitos e o quanto me ri disso, o quanto estava feliz nesse momento. Dói-me pensar na Raquel a dizer que somos uns queridos juntos e que devíamos continuar para sempre. Dói-me que lhe tenhas dito que voltámos e me tivesses deixado a pensar que isso iria acontecer. Porque é que me mentiste assim se tudo o que querias era deixar-me? Porque parecias tão bem comigo se nem me amas? E porque estive eu tão feliz, se era tudo uma mentira? Culpo-me tanto por não ter reparado, por me ter deixado magoar tão facilmente. E bolas! Como me odeio por sentir o que quer que seja por ti. Como me odeio por tu seres o meu desejo da meia-noite, tal como sempre foste. Sinto raiva de mim mesma por sentir tanta falta tua quando tu neste momento não sentes nada, quando nunca mais deves ter pensado em mim. Eu não existo na tua vida e tu enches a minha. E não há nada que me revolte mais do que essa sensação, do que saber o quão nada sou para ti. Estou a fazer um esforço enorme para não andar atrás de ti, para não te mandar mensagens, enquanto deve ser tão fácil não o fazeres… Mas sabes? Sempre te disse que iria chegar um dia em que ias deixar de me amar e parece que esse dia chegou. E desculpa, mas eu não sei como esquecer. Eu só não sei como esquecer alguém. Sinto-me sempre tão magoada por todas as pessoas que já partiram e que eu nunca consegui tirar do meu coração. Sinto-me sempre a voltar ao passado e a lutar por todas as coisas que já acabaram, mas que foram tão importantes para mim. E mesmo assim, mesmo com tudo isto, tudo o que queria era lutar por ti. Mas quando vou eu aprender que não posso reapaixonar alguém? Quando vou eu finalmente tirar-te da minha vida como me tiraste da tua? E quando é que isto vai parar de doer? É que fogo, eu amo-te nel e isso dói-me e faz-me sentir um enorme medo do futuro. Estou apavorada. E se a partir daqui toda a gente for uma cópia imperfeita daquilo que tu eras? 

~ 3 ♥: ~

Carina Sofia says:
at: 12/02/15, 20:10 disse...

Quando tomei a decisão em acabar tudo de uma vez por todas tive que pôr na cabeça. E uma coisa é certa, quando ponho algo na cabeça levo até ao fim e não há nada que me faça mudar de ideias. Eu pôs na minha que ia esquece-lo e é assim que estou a fazer.. Neste caso, trata-se em preocupar-me mais comigo própria e o meu bem-estar. É o principal de tudo. Se não tiveres bem contigo própria, não consegues estar bem com o mundo! ..
Eu sei que custa, mas tens que te esforçar imenso. Amar é complicado. Tem as suas coisas boas e torna dificil quando acaba, mas ele teve uma atitude correta contigo, terminou e não brincou contigo, entendes? Deves dar valor a isso e reconhecer q não passaste o mesmo com o primeiro. O Nelson foi um homenzinho e respeitou-te acima de tudo!

Sara Martins says:
at: 13/02/15, 00:41 disse...

eu agora estou mais na onda de ler, só escrevo quando estou naquele dia de querer mesmo escrever.. mas agora já não escrevo tanto sobre a minha vida, é mais historias fictícias

Carina Sofia says:
at: 13/02/15, 04:14 disse...

Sei o que estas a passar. Tenho esse mesmo problema, mas não podes permitir que isso aconteça sempre. Dares importância significa que és humana e que és uma pessoa que dá valor as coisas, mas não podes permitir que as coisas que dão 'cabo' de ti te deixem a cair dessa forma porque depois irá ser muito difícil levantar-te. Agarra-te a algo e luta contra todo esse sentimento. Nada dura para sempre. A dor, a raiva, a solidão, a tristeza, o sofrimento acaba por se perder ao logo do tempo. Só tens que permitir que as coisas novas que tens na tua vida te façam bem..
Para mim não foi fácil, mas hoje estou aqui. Amei-lhe como nunca tinha amado outro rapaz, marcou-me imenso, sendo por coisas boas ou más, mas marcou. Sei que o vou levar para uma vida inteira, mas isso não significa que tenho que reviver no passado todos os dias, não significa que tenha que perder todas as coisas boas que ainda posso viver por gostar, por pensar ou por sentir falta.. Neste momento, digo-te com todas as certezas do mundo que estou melhor sem ele, porque quando estavamos juntos sentia-me exatamente como tu. Neste momento, dei-lhe oportunidade de seguir a sua vida e ser feliz com quem for, desde que seja feliz. Se me arrependo de ter terminado todo com a cabeça quente? Não, claro que não porque nesse momento deixei de pensar com o coração. E não me arrependo porque ambos vamos poder seguir os nossos caminhos e um dia ser felizes.. Irei lembrar-me dele... E, um dia, tu vais pensar igual a mim. Só tens que dar oportunidade.

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE