7.5.15

O tempo passa e nada muda.




Não sei ao certo o que dizer. Talvez mesmo sem dizer o que quer que seja, esteja tudo dito. Tudo em mim é óbvio, sinto-me transparente como água. E, portanto, seria de esperar que continuasse apaixonada por ti. E acredita, tenho tentado tanto que assim não o seja. Não deixo ninguém referir-se a ti, ou às coisas que publicas nas redes sociais. Não falo de ti e, sinceramente, ajo como se não existisses. Não sou tua amiga nas redes sociais, o que apesar de parecer infantil, achei tão necessário como respirar. Tudo isso, só para não ter de te relembrar. E é tão raro falarmos! Somos como duas pessoas em mundos opostos, sou o pólo norte e tu és o pólo sul, separados pelo resto do planeta. Ocupei todo o meu tempo, mal tendo um segundo para parar. E mesmo assim, quando paro, és sempre tu quem me vem à mente. Aí obrigo-me a desviar o pensamento vezes e vezes sem conta, relembro-me a mim mesma que não sentes nada por mim, que não pensas nisso e que eu também não o deveria fazer. Devias ser a última pessoa que quereria ver e continuas a ser a primeira pessoa que procuro no meio das multidões. E já não sei ao certo o que mais fazer para que isto desapareça. Não sei esquecer, nunca soube. O tempo passa e nada muda.Estou à beira de um precipício e não parece existir forma de passar para o outro lado sem ter de voltar atrás.

~ 1 ♥: ~

Sarafaela says:
at: 09/05/15, 15:45 disse...

Como eu te compreendo querida, tu és como eu se é para ficar longe, as redes sociais têm de ser das primeiras coisas a ir.
Quem me dera poder dizer-te que mais dia menos dia tudo isso vai acabar, mas estaria a mentir-te, não vai passar com um estalar de dedos, demora a passar e é doloroso mas realmente o tempo ajuda :)

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE