10.8.16

Se calhar, o amor não chega.


Ainda só passou um mês. E em tão pouco tempo foram mais as discussões que os momentos felizes. Estou saturada. Ou melhor, ambos estamos. Qualquer coisa que diga leva a nova discussão e, sinceramente, começo a ter medo de falar. Estou só com tanto medo. Aterrorizada. Estou a entrar novamente no caminho das desilusões a passos largos. Cheguei ao ponto de estar constantemente à espera que me digas que não estás feliz. Constantemente à espera da discussão que irá despoletar o fim. E o problema é que não acho que seja possível ultrapassar isto. Nós somos como imanes que se afastam e, por muito que tente aproximar-me, sou sempre puxada novamente para trás. E o verdadeiro problema é que um mês chegou para ficar completamente apaixonada. E oh, estar apaixonada é tão, mas tão assustador. É o motivo por que choro tantas vezes. É o motivo que me leva a ficar mesmo quando tudo aponta para fugir. Mesmo quando discutes por razão alguma. Mesmo quando peço desculpa e não chega. E bolas, estou tão farta de pedir desculpas. Tão cansada de me rebaixar e de arcar com as culpas de todas as discussões. Tão desmotivada porque só quero ficar contigo, só quero estar bem e está sempre tudo virado do avesso. Esta relação é tóxica, só faz mal a ambos. Mas não a consigo largar, não consigo perder a esperança que tudo venha a ficar bem. E enfim, simplesmente não vai. Se calhar somos demasiado diferentes. Talvez seja o teu orgulho que não te permite admitir que possas estar errado. Ou talvez seja a tua teimosia que não te deixa largar uma discussão antes de me magoares de mil maneiras diferentes. Ou então sou eu. Seja o que for, não o sei resolver. Eu tento, tento, tento, tento e tento. Foda-se, tento tanto! Mas volta sempre tudo ao mesmo. Não saímos nunca das discussões. E isso está a acabar comigo. Está a acabar connosco. E eu não consigo mais tentar. Se começámos assim, então o que é que eu posso esperar desta relação? E triste, é saber que me amas mas que o amor não chega. Triste, é olhar para o fundo do meu telemóvel em que estamos juntos e sorridentes, e estar constantemente a desejar que fosse sempre assim. Mas o pior… o pior é saber que vou perder alguém que amo. Alguém que realmente me cativou. E não há nada que possa fazer para o impedir.

~ 0 ♥: ~

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE