3.9.16

Pedi demasiado de ti e, por isso, vou acabar sem nada.


Sinceramente, já não me lembrava como era a sensação, como era saber que vamos perder a pessoa que amamos. Já não me lembrava como era ficar no nosso canto numa espera dolorosa que o fim chegue. Como era implorar por alguém. E lembrar-me da sensação faz-me lembrar do porquê de sempre prometer a mim mesma que não me volto a apaixonar. Eu só não consigo passar por isto. Não outra vez. Não tão cedo. Não sem dar tudo de mim. E o problema é saber que a culpa é minha. Saber que todas as minhas lágrimas foram causadas por mim. Saber que nada do que diga ou faça vai mudar as atitudes que já tive. Saber que talvez nada do que diga ou faça mude a tua opinião sobre nós. E o mais assustador é não saber por que espero. Não saber se vamos fazer as pazes ou se vais simplesmente desistir. E bolas, estou com tanto medo. És a última pessoa que quero perder mas talvez eu mereça. Dei importância às coisas erradas. Dei mais importância às vezes que não vinhas ter comigo do que àquelas que vinhas. Dei mais importância ao que diziam de ti do que àquilo que me mostravas. Dei mais importância às vezes que me tratavas mal do que às vezes que me tratavas bem. Deixei a minha cabeça criar coisas que não eram verdade. Enfim, vejo que não te dei o devido valor e não podia estar mais arrependida. Mas talvez já não haja nada a fazer. E eu tenho de aceitar porque a culpa é minha. Não há nada que possa dizer para me defender. Não há nada que possa fazer para não te perder porque o que havia para fazer já o devia ter feito. E agora resta-me o quê? Chorar? Chorar até ficar com os olhos inchados e com a cabeça pesada. Chorar porque vou perder alguém que procurei durante tanto tempo. Chorar porque não vou voltar a acordar junto a ti. Porque não vou voltar a entrelaçar as minhas mãos nas tuas. Porque vou ter saudades e não vou ter como as matar. Chorar porque a culpa é minha. Porque não vamos fazer mais maratonas de séries. Porque não me vais voltar a chamar nomes de comida. Porque estraguei isto de tal maneira. Porque te amo. Porque sei quanto tempo vou continuar a amar. Porque não vou voltar a fazer tostas para ti a meio da noite. Não vou voltar a bater o café durante séculos para ter a certeza que fica perfeito para ti. Porque provavelmente vais desaparecer da minha vida. Porque eu realmente mereço. Pedi demasiado de ti e, por isso, vou acabar sem nada.

~ 0 ♥: ~

~ Enviar um comentário ~

comenta (:

+

Seguidores

Espreitadelas:

α♥. Com tecnologia do Blogger.

♥ em letters

.

⇨ facebook

⇨ tumblr

⇨ SEGUE